Cultura

Brigitte Macron: "Nós não gostamos de passar uma noite separados uns dos outros"

A primeira-dama da França continua a desencadear as paixões. Em uma entrevista para a revista "Elle", ela decidiu falar sobre seu relacionamento com Emmanuel Macron. O encontro deles, os tumultuosos começos, as controvérsias ... é revelado!

Desde a eleição de Emmanuel Macron, ela virou manchete. Brigitte Macron fascina bem além das fronteiras francesas, com seu caráter forte, sem tentar se colocar para a frente. A primeira-dama, ridicularizada em sua chegada por causa de seus 24 anos longe de Emmanuel Macron, agora está desfrutando de grande popularidade. Por exemplo, ela recebe 150 cartas por dia, enquanto Carla Bruni recebe cinco vezes menos!

A primeira-dama também fala sobre ela pelo seu estilo, sempre muito procurada. Até mesmo Karl Lagerfeld, conhecido por suas críticas fáceis e duras, caiu sob o seu feitiço, chegando a ousar dizer que ele tem "as pernas mais bonitas de Paris". Se desde a eleição do marido ela nunca se expressou, decidiu confiar na revista ela em uma longa entrevista, divulgada nesta sexta-feira, 18 de agosto nas bancas de jornal. Ela fala sobre seu encontro um pouco transgressivo com Emmanuel Macron quando ele tinha 15 anos de idade.

Um começo de relacionamento tumultuado

Apontada por sua diferença de idade com o marido, a primeira-dama prefere usar o humor para conter as observações afirmando que "sua única falha é ser mais jovem". Ela explica à revista como às vezes seu relacionamento exagerado às vezes a escapa: "Quando leio sobre nosso relacionamento, sempre sinto que estou lendo a história de outra pessoa. é tão simples.

Simples, apesar da tumultuada e polêmica estréia ... O ex-professor de Cartas encontrou Emmanuel Macron nos bancos da escola, enquanto dirigia um clube de teatro. Ele tem apenas 15 anos, mas a corrente já vai muito bem entre o professor e o aluno. É enquanto preparamos a sala juntosA arte da comédiapor Eduardo De Filippo, que ela realmente percebeu sua atração para o futuro Presidente: "Nós dois escrevemos na sexta à noite e, a partir de sábado, eu estava esperando por sexta-feira, eu não entendi Ora, parecia tão insano para mim. "Noiva neste momento, ela tenta reprimir esses sentimentos:" Fui eu quem disse a Emmanuel para sair para fazer sua final em Paris porque achei que era melhor para ele. Não havia nada entre nós na época, mas a fofoca estava acontecendo, eu estava apenas preocupado com meus filhos, Sebastien, Laurence e Tiphaine, não o resto do mundo. "Mas se ela se arrepende de ter prejudica seus filhos com a separação, ela diz: "Se eu não tivesse feito essa escolha, teria perdido minha vida (...) eu sentia que tinha que viver 'Esse amor', como disse Prévert, para ser totalmente feliz ".

Brigitte Macron está determinada a silenciar as fofocas, provando que o amor e a cumplicidade no casal não é uma questão de idade: "Com Emma-nuel, estou tão acostumada a isso que "Dirigir coisas extra-ou-di-naires que eu sempre me pergunto qual será a próxima aventura", antes de ousar uma pequena confiança: "Nós não gostamos de passar uma noite separada por outro. "Quanto ao seu status de primeira-dama, ela disse:" Se eu sentir que um dia minha presença será complicada para a presidência, vou desaparecer. "

Assista ao vídeo: Brigitte Macron lança o grande jogo para o jogo dos Blues: suas surpresas

Publicações Populares

Categoria Cultura, Próximo Artigo

Um-a-um com ... Vincent Delerm
Cultura

Um-a-um com ... Vincent Delerm

Seus álbuns anteriores foram saboreados como coleções de curtas-metragens, entre a ironia melancólica e a profunda melancolia. Com "The Parallel Lovers", Vincent Delerm oferece a trilha sonora de uma história de amor a longo prazo: a reunião, a vida de dois, a criança que aparece ... Cinéfilo não coçando pela câmera - ainda não é visto nem diante nem atrás -, o filho dos roteiristas Martine e Philippe Delerm, aos 38 anos, anda com seu talento singular entre música, teatro e foto, mas se sente "f
Leia Mais
Netflix & Co .: 10 séries que nos tornam viciados
Cultura

Netflix & Co .: 10 séries que nos tornam viciados

Já faz alguns anos que a Netflix perturbou nossos hábitos, mostrando as temporadas de novas séries francamente alegres. House of Cards, Orange é o novo preto ... tantas pérolas para assistir sem moderação. A safra de 2015 não é exceção, e já estamos sob o feitiço de Bloodlines ou do sexy diabo Marco Polo.
Leia Mais
Voltar à Literatura 2016: Top 5 Sales
Cultura

Voltar à Literatura 2016: Top 5 Sales

Para este começo de ano, há algo para todos! Os amantes de bons conselhos sobre saúde, os entusiastas políticos, filosofia e até mesmo teatro, ou os fãs românticas foram todos encontrados a sua felicidade nas produções da temporada literária 2016. Alguns livros, publicado em Janeiro, encontrado seu público e ocupam os primeiros lugares best-sellers, como, Três amigos em busca de sabedoria.
Leia Mais
Cinema: e se colocarmos o elenco no feminino?
Cultura

Cinema: e se colocarmos o elenco no feminino?

Salvando o mundo é uma prerrogativa exclusivamente masculina? As meninas não teriam o direito de ficar com ectoplasmas improváveis? Para estas questões existenciais, S. O.S. Ghosts (lançado em 10 de agosto) responde respectivamente não e sim. S.O.S. Ghosts? Como o filme mítico que inclui Bill Murray e Dan Aykroyd como caçadores de fantasmas em Nova York na década de 1980?
Leia Mais