Fuga

Portugal: Alentejo, regi√£o desconhecida, imagina descobrir

No sul do país, desde a costa até à fronteira espanhola, o Alentejo é a região onde é melhor ir verde, encontrar tradições e belos locais históricos. O outono é a melhor época.

A igreja Santa Maria Estremoz.

Os azulejos da igreja São João Evangelista.

A capela dos ossos.

Restos romanos.

A praça de touros de Monsaraz.

Monsaraz, cidade medieval.

As alturas de Estremoz.

Campanha de Estremoz.

A fortaleza de Elvas

Pequena igreja nas alturas de Elvas.

De Lisboa de carro, siga pela A2 em direcção a Espanha e depois pela A6, em direcção a Évora. Uma hora e meia para chegar ao Alentejo e ver uma paisagem cada vez mais verde, cada vez mais encantadora. Antigamente um celeiro em Portugal, hoje é a região do azeite e do vinho. Menos conhecido que o Algarve, o Alentejo significa "para além do Tejo" e mostra o interior, as colinas, as planícies e as estradas secundárias revestidas de sobreiros e laranjeiras. É um sonho para quem gosta de andar de bicicleta, passear, relaxar. Escapadinha gourmet também, o Alentejo é a região das receitas do passado; o linguiça (salsicha de pimenta), oaçorda alentejana feito com pão, azeite, alho, ovo escalfado, coentro. Percurso cultural também, com aldeias fortificadas, cidades como Évora, Elvas e os seus castelos, Vila Viçosa, capital do mármore.

Évora, os azulejos da igreja de São João Evangelista

Nas alturas da cidade, ao lado do templo romano é a igreja de São João Evangelista. Data do século XV e é o lar de alguns azulejos particularmente belos, embora nesta região de Portugal, o interior das igrejas é muitas vezes inteiramente forrado com estes típicos azulejos de barro.

Évora, humor barroco e preto

Museu da cidade registrado com a herança da Unesco, Evora foi durante muito tempo um centro religioso antes de se tornar no século XV a residência dos reis de Portugal. Hoje é uma cidade universitária. Resta do tempo piedoso uma dúzia de igrejas e uma catedral. A Praça 1 de Maio, no sopé da cidade, é a igreja de São Francisco. Completamente restaurada, data de 1510. Uma projeção barroca a não perder: a capela dos ossos, a capela dos ossos, obra de um franciscano do século XVI. Crânios, canelas, edifício surpreendente com esta menção no preâmbulo "nós os ossos que se encontram aqui, espere pelo seu". O charme da visita também é o pequeno museu de arte sacra com seus berços de todo o mundo.

Évora, o templo de Diana

Monsaraz, empoleirado cidade medieval

Nas margens do rio Guadiana, na fronteira entre Espanha e Portugal, Monsaraz pode ser vista de longe; paredes grossas, uma pequena estrada ladeada de oliveiras que leva à cidade situada no alto de uma colina. Fundada no século VIII antes da chegada dos mouros, Monsaraz foi entregue aos templários pelo rei Sancho para agradecer-lhes a ajuda. A fortaleza se tornará um lugar estrategicamente importante. Hoje é uma bonita vila onde é bom percorrer para descobrir uma mercearia, aqui uma igreja, admirar o campo através dos arcos de pedra. Na Juderia, uma exposição traça o tempo da Inquisição portuguesa, em 1276, com a expulsão de judeus e mouros.

Monsaraz, tourada portuguesa na praça de touros

No pátio do castelo que data do século XII, a praça de touros de Monsaraz vale um desvio. Aos domingos, pode-se assistir à tourada, corrida portuguesa, a cavalo e sem matar. Mas acima de tudo, com vista para o Lago Alqueva, o maior da Europa, Espanha e Alentejo.

Estremoz, vielas charmosas

Uma cidade branca, terceira cidade de mármore de Portugal com a vizinha Vila Viçosa. A parte alta da cidade, parte medieval, abriga o antigo palácio real convertido em hotel (Pousada de Santa Rainha Isabel). No museu rural, coloque o artesanato alentejano com os santões e cerâmica da região e a encenação de salas de estar nas casas do passado. O charme da cidade alta é, acima de tudo, essas ruas estreitas de paralelepípedos com varandas de ferro forjado e portas elaboradas.

Estremoz, vista do campo

A partir da torre do antigo palácio, onde você pode vir sem ser residente, desfrute da vista panorâmica da cidade baixa e seus arredores. Oliveiras, sobreiros e belas paisagens no horizonte.

Elvas, cidade fronteiriça de Espanha

Uma cidade com ruas sinuosas como em uma medina. Elvas é o melhor exemplo da fortificação militar do século XVII na Europa. Cidade reconhecida pela UNESCO como Património Mundial. Valas, bastiões, baluartes de uma cidade a 15 km da Espanha, é a importância da sua posição geográfica para proteger Lisboa, a 200 km de distância.Para ver, o castelo, o forte da Graça, uma construção em estilo Vauban, cujas armas de guerreiro são ... um dragão, um símbolo de invencibilidade. Uma curiosidade a não perder, a sala de reuniões do governador com acústica anti-conspiração; o caminho se dobra, impossível manter a conversa em segredo ...

Elvas, igreja empoleirada no topo do labirinto

Uma bonita cidade cuja idade se parece com uma medina. Este é o lugar para comprar roupa de cama e desfrutar de queijo de ovelha (nisa) e sopa de pão, ovo, ervas e azeite de oliva. Para o mercado de peixe de mármore, aberto no sábado, nos deparamos com essa igreja pequena e bonita.

Texto e fotos Valérie Rodrigue
Obrigado a Luis Fonseca, guia turístico.

Vá lá:

  • A Aigle Azur, a segunda maior companhia aérea francesa, atende 4 destinos em Portugal durante todo o ano, incluindo Lisboa, Porto, Faro e Funchal, a partir de Paris-Orly. A linha Paris-Lisboa também é operada pela TAP Portugal. Um caminho a partir de 62 ‚ā¨.

Para dormir lá:

  • Évora: Convento do Espinheiro, classe e autenticidade.
  • Elvas: Pousada de Marvão, pelo encanto do terroir.

No local:

Passeios com as trilhas portuguesas e a Rota Vicentina.

Assista ao vídeo: PORTA AFORA - PORTUGAL (4ª TEMPORADA)

Publica√ß√Ķes Populares

Categoria Fuga, Próximo Artigo

Acuitis: óculos para trazer o sol
Fuga

Acuitis: óculos para trazer o sol

A Acuitis é uma marca de óculos ópticos e solares que afirma ser fabricada na França e a expertise dos fabricantes de óculos mestres. Fundada em 2010 por Daniel e Jonathan Abittan, a marca familiar tem 68 lojas em seu nome (48 na França e as demais na Suíça, Inglaterra e Luxemburgo). Pai e filho podem ostentar um grande sucesso e se orgulhar de ser uma das poucas casas ópticas a ter seu estilista, o designer Frédéric Beausoleil.
Leia Mais
O que fazer em Deauville neste fim de semana? Coma sorvete.
Fuga

O que fazer em Deauville neste fim de semana? Coma sorvete.

Mas n√£o apenas qualquer! As cria√ß√Ķes 100% naturais de Martine Lambert que ela produz desde 1976. Voc√™ deve ter provado suas del√≠cias congeladas para entender o que as palavras ice e sorbet realmente significam. De frutas ex√≥ticas a frutas da esta√ß√£o, este perfeccionista escolhe-as maduras para extrair os melhores perfumes.
Leia Mais
Os banhos do sultão: um convite para viajar no coração de North Isère
Fuga

Os banhos do sultão: um convite para viajar no coração de North Isère

Amigos de longa data e co-gerentes dos Banhos do Sultão, assumidos há um ano, Mylène e Sandra comemoraram em dezembro o primeiro aniversário dos novos espaços. A decoração elegante, o ambiente calmo e acolhedor convidam desde o início para serem transportados. Você prefere o espaço sulista, com seu belo pátio, hammam tradicional e banheira de hidromassagem, ou o espaço do norte com sua sauna, ducha sueca, fonte de gelo picado?
Leia Mais
Jornadas Europeias de Artesanato
Fuga

Jornadas Europeias de Artesanato

Os dias 28 e 29 de mar√ßo ser√£o realizados em 14 pa√≠ses os Journ√©es des M√©tiers d'Art Europeus (JEMA). Juventude e inova√ß√£o est√£o no centro das aten√ß√Ķes para esta 9¬™ edi√ß√£o. Figurinista, ferreiro, cal√≠grafo, designer gr√°fico, marionetista, ourives, marceneiro, tecel√£o ou luthier atendem cerca de 6000 eventos em toda a Fran√ßa.
Leia Mais